DACHSER volta a inovar no manuseamento de mercadorias

ERDi, novo e inovador modelo de empilhador, é o último padrão tecnológico nos centros logísticos da empresa e salvaguarda questões como a ergonomia e a segurança do condutor.

Com plataforma dupla, o novo modelo de empilhador foi totalmente desenvolvido para salvaguardar questões como a ergonomia e a segurança do condutor.

A DACHSER continua a inovar, desta feita no manuseamento de mercadorias. Neste momento – e resultado de um processo de desenvolvimento e de testes ao longo dos últimos dois anos –, a multinacional conta com um novo e inovador modelo de empilhador: o ERDi. O veículo, que representa o novo padrão de tecnologia que se está, agora, a implementar em todos os centros logísticos da DACHSER a nível europeu, foi totalmente desenvolvido para salvaguardar as questões relacionadas com a ergonomia do condutor, a segurança do trabalho e, ainda, a rentabilidade.

Projetada pela Jungheinrich – empresa líder no fornecimento de soluções no setor da intralogística –, esta nova solução distingue-se pela plataforma dupla, que permite operar em dois níveis distintos e, ainda, pela bateria de iões de lítio, que permitem uma utilização de longa duração e um carregamento rápido. O ERDi é uma verdadeira inovação, no que às operações diárias e às tarefas de armazém diz respeito, tendo sido completamente redesenhado e adaptado a pensar nas necessidades da DACHSER.

"Ao integrar permanentemente uma bateria de iões de lítio, mais leve e que ocupa menos espaço, foi possível desenvolver um novo chassi de veículo, significativamente menor do que aqueles que foram usados até hoje", explica André Bilz, Team Leader Fleet Management Terminal Equipment da DACHSER. E acrescenta: “Esta é mesmo a primeira vez em que foi possível projetar uma solução com uma cabine de motorista protetora e fechada e que consegue, simultaneamente, operar nos corredores de dois metros nos centros logísticos da DACHSER”. Acrescente-se que, as soluções anteriores, que se destacavam pelo posicionamento lateral e operação do volante, conhecidas como sideloaders, não conseguiram reunir a aceitação generalizada dos motoristas.

Processo de criação incorporou as necessidades dos motoristas

Refira-se que a DACHSER e a equipa da Jungheinrich trabalharam em conjunto na projeção e desenvolvimento deste novo tipo de equipamento. Neste processo, as necessidades dos operadores logísticos tiveram um papel central, tendo sido as suas exigências incorporadas no projeto. "Este novo veículo torna os desejos de muitos motoristas uma realidade e representa um enorme avanço em termos de ergonomia do motorista, segurança ocupacional e rentabilidade", acrescenta André Bilz.

O novo ERDi, com bateria de iões de lítio permanentemente integrada, é, atualmente, a solução mais compacta da sua classe, e isto porque possui menos 30 centímetros de comprimento relativamente ao seu antecessor. Este novo equipamento assinala, também, o fim gradual da troca lateral da bateria, que antes era necessária em operações com vários turnos para garantir uma fonte de alimentação suficiente. O uso destas novas unidades, significativamente mais poderosas e, na sua maioria, baterias de iões de lítio sem manutenção, requer, contudo, mudanças nas infraestruturas de carregamento, processo a que a DACHSER está, neste momento, a dar resposta através da conversão dos pontos de carregamento em todas as suas filiais.

Contacto Isabel Monteiro