Atualização do estado do transporte aéreo: aeroportos PVG, HKG e FRA

O mercado da carga aérea continua a ser um desafio após a Golden Week da China. Com esta actualização gostaríamos de apresentar uma breve síntese da situação nos nossos principais centros aéreos na China e na Alemanha.

Shanghai PVG e outros aeroportos na China:

  • A procura de exportação a partir da China aumentou 30% durante a Golden Week em comparação com as semanas anteriores. O overbooking continua após as comemorações.
  • No aeroporto PVG de Xangai, a capacidade de assistência em terra mantém-se a 60-70% do nível normal.
  • Os aeroportos alternativos na China, incluindo Zhengzhou (CGO), Pequim (PEK) e os principais aeroportos do sul da China, estão sob pressão, pelo que dificilmente se encontram rotas alternativas.
  • A maioria das companhias não está a oferecer capacidade adicional nem no sentido oeste-leste nem no sentido leste-oeste, pelo que o espaço é limitado e as tarifas permanecem num nível elevado.
  • Em Hong Kong (HKG), o transporte aéreo foi afetado por dois tufões em sete dias. Como resultado, muitos voos foram cancelados e o processo de recuperação está ainda em curso.
  • Para além das condições meteorológicas adversas, foram comunicados casos de COVID no maior agente de handling do aeroporto de Hong Kong, resultando numa capacidade de handling reduzida e em cancelamentos de voos adicionais. 

Aeroporto de Frankfurt (FRA):

  • No aeroporto de Frankfurt, a Frankfurt Cargo Services (FCS), o maior agente de handling aéreo de Frankfurt, enfrenta atualmente alguns problemas sérios em matéria de handling de importação. O equipamento só está disponível numa extensão limitada e estão a ocorrer ligeiros atrasos.
  • Uma alteração no processo aduaneiro, que requer a apresentação completa e correta de dados pelas companhias aéreas para evitar uma manipulação individual de cada envio, causou atrasos na manipulação da carga.
  • Algumas companhias aéreas ainda não implementaram completamente as adaptações necessárias, o que provocou que um grande número de envios tiveram de ser feitos "manualmente", causando enormes atrasos. 
  • A situação na FCS está a melhorar lentamente, mas espera-se que sejam necessários aproximadamente 8-10 dias para reduzir este atraso.
  • Entretanto, as autoridades aduaneiras concordaram em suspender temporariamente o novo processo até ao final deste mês.
  • Por este motivo, os envios recém-chegados só podem ser tratados com prazos limitados.
  • Outros agentes de handling em Frankfurt estão também a relatar uma situação crítica e já tomaram medidas, tais como a redução dos prazos de entrega para exportação.

Na DACHSER, a capacidade da nossa rede de transporte aéreo de mercadorias permanece sólida e segura e estamos a trabalhar incansavelmente para a manter estável. Se tiver alguma dúvida, não hesite em contactar o seu interlocutor local habitual na DACHSER.

Contacto Isabel Monteiro