DACHSER expande atividades de voos charter até 2024

A DACHSER Air & Sea Logistics está a reforçar o seu programa de voos charter na rota Hong Kong-Europa, numa base de contratos a longo prazo. Com este serviço, o operador logístico oferece aos seus clientes uma capacidade de carga aérea fiável desde janeiro de 2022 até março de 2024.

A DACHSER Air & Sea Logistics está a reforçar o seu programa de voos charter na rota Hong Kong-Europa numa base de contratos de longo prazo.

Daqui em diante, a DACHSER irá operar um Boeing 747-400F na rota Hong Kong-Liege (Bélgica) e rota inversa. A operar em horários fixos, esta aeronave pode transportar até 100 toneladas de carga. "A procura de carga aérea está no auge", afirma Timo Stroh, Head of Global Air Freight na DACHSER. "A capacidade de transporte aéreo de mercadorias é extremamente escassa. Por isso, continuaremos a beneficiar de uma forte rede com capacidade própria e a planear com antecedência, de forma previsível e a longo prazo".

Flexibilidade através de rotas alternativas

Para evitar congestionamentos e atrasos, a DACHSER Air & Sea Logistics opera em aeroportos mais pequenos, como Liège na Bélgica. Esta localização está bem conectada à rede de transporte terrestre do operador logístico, o que por sua vez acelera os processos de recolha e entrega. "A nossa experiência em redes integradas permite-nos oferecer uma solução completa, desde a fábrica até ao cliente final", declara Stroh. "Especialmente em tempos difíceis, assegurar operações de mercado estáveis e fiáveis requer soluções inteligentes e criativas".

Ao estabelecer a sua própria rede de carga aérea com capacidade exclusiva, a DACHSER está a criar segurança e estabilidade para os seus clientes nas rotas de carga mais importantes entre a Europa, a Ásia e os Estados Unidos num período onde se verifica uma grave escassez de capacidade. Só em 2021, o operador logístico realizou 175 voos charter com doze locais de partida regulares e 15 destinos. "Estamos a responder à procura do mercado, oferecendo aos nossos clientes transparência no planeamento e serviço fiável através de tempos de trânsito fixos", conclui Stroh.

Contacto Isabel Monteiro