Notícias

Paletes em equilíbrio

Procura e disponibilidade de paletes em toda a Europa: um desafio cada vez mais complexo.

As paletes são um elemento chave no fluxo de mercadorias na Europa. Equilibrar a procura e a disponibilidade de paletes em toda a Europa está-se a tornar um desafio cada vez mais complexo. Jens Müller, Head of Network Management Organization explica como gerimos esta situação na DACHSER.

Sr. Jens Müller, quantas euro-paletes estão atualmente em circulação na rede DACHSER?

Em 2019, a DACHSER Road Logistics registou a circulação de cerca de 55,7 milhões de euros-paletes. Trata-se de um número deveras impressionante: empilhadas umas sobre as outras, formariam uma torre com mais de 8.000 quilómetros de altura, uma altura geralmente atingida apenas por satélites de comunicação e navegação em órbita terrestre média.

Em termos do fluxo de mercadorias, qual é a situação atual da procura e disponibilidade de paletes na Europa?

Na Europa, estamo-nos a deparar com inconsistências entre os destinatários, com muitas discrepâncias nos volumes de importação e exportação. Isso, por sua vez, torna difícil, e muitas vezes impossível, manter constante a capacidade do material de embalagem. Por exemplo, Berlim recebe consideravelmente mais envios do que os que despacha, resultando num excedente de paletes naquela região. Isso deve ser nivelado se quisermos minimizar o número de camiões que transportam apenas paletes vazios.

Qual é a abordagem do DACHSER? E qual é o papel do sistema de "troca de paletes"?

Podemos aqui destacar, uma vez mais, o poder da rede europeia DACHSER com uma estrutura de TI consistente e transparência nos processos que a acompanha. Trabalhando de acordo com o princípio “booking, not driving”, controlamos de forma centralizada a disponibilidade e a circulação das paletes na rede, o que nos permite equilibrar a utilização destes materiais de embalagem, tanto em termos físicos como contabilísticos.

O sistema de “troca de paletes” é uma ferramenta fundamental para contrabalançar os desequilíbrios na circulação dos materiais de embalagem. No entanto, nem todos os países europeus estão preparados para o intercâmbio. Nos países onde existe este sistema de troca – França, Alemanha, Áustria, Suíça, Itália, Dinamarca e os países do Benelux – a DACHSER oferece a todos os seus clientes a troca de material de embalagem rastreável como um serviço de valor acrescentado. Nos países onde não existe este sistema – como é o caso da Polónia, República Checa, Eslováquia e Hungria, entre outros – o material de embalagem tem pouco ou nenhum "valor" para muitos dos intervenientes do setor. Além disso, a documentação e as verificações de interface necessárias para realizar a troca de paletes não estão disponíveis em toda a cadeia de abastecimento nesses países. Estamos a trabalhar com os nossos clientes e parceiros para destacar e salvaguardar o valor intrínseco do material de embalagem em circulação, por exemplo, através da determinação do número de paletes em circulação por mês, através da formação de funcionários, estabelecendo acordos contratuais claros e fazendo com que os clientes paguem pelo serviço.

Agradecimentos a Jens Müller pela sua disponibilidade. 

Interview with: Jens Müller

Jens Müller, Head of Network Management Organization da DACHSER.

Contacto Isabel Monteiro