Notícias

“Tudo fez sentido de imediato"

Burkhard Eling partilha a sua visão sobre a DACHSER, fala-nos da sua promoção à direção da empresa e o que o distingue como pessoa e líder.

Burkhard Eling assumiu o cargo de CEO da DACHSER a 1 de janeiro de 2021. Anteriormente, foi responsável pelo departamento financeiro da empresa familiar durante mais de sete anos. Eling é um gestor, cujo pensamento estratégico vai muito além dos principais indicadores financeiros, evidenciado pela sua responsabilidade no programa global de gestão de ideias e inovação Idea2net, entre outros. Nesta entrevista, Burkhard Eling, de 49 anos, partilha a sua visão sobre a DACHSER, fala-nos da sua promoção à direção da empresa e o que o distingue como pessoa e líder.

Sr. Eling, a integração na DACHSER e no mundo da logística em 2012 representou uma viragem na sua carreira. Como iniciou o seu percurso profissional?

Venho de uma família de empreendedores com um forte interesse pela construção - na verdade, temos o nosso próprio escritório de arquitetura - portanto, no início, achei que iria desenvolver a minha carreira na indústria da construção. Depois de me formar como engenheiro industrial, trabalhei sucessivamente para as três principais construtoras alemãs, sempre nos departamentos financeiro e de controlo de gestão. Em todas elas, rapidamente pude assumir posições de responsabilidade, como aconteceu igualmente, mais tarde, num grande fornecedor de serviços de gestão de instalações. Ao mesmo tempo, todas essas empresas tinham um foco internacional, o que significa que esses 13 anos, no total, proporcionaram-me as ferramentas que precisava para a posição de CFO na DACHSER.

O que o cativou no mundo da logística?

Graças ao tempo passado na indústria da construção, a logística não me é estranha. Afinal, é um fator decisivo em grandes projetos de construção. Na altura em que estávamos a construir a Potsdamer Platz, em Berlim, passava praticamente metade dos meus dias concentrado nos aspetos logísticos da obra. No entanto, a logística de carga na rede DACHSER é incomparavelmente mais exigente e complexa. Isso cativou-me imensamente e ainda me fascina.

Candidatou-se à sua primeira posição na DACHSER?

Não, o contacto veio através do Dr. Jürgen Schneider, que era CFO da Bilfinger, empresa para a qual eu trabalhava, e Presidente do Conselho Fiscal da DACHSER. Ele apresentou-me a Bernhard Simon. Desde o momento em que conheci o Sr. Simon, senti a energia, a paixão e a alma de um empresário. Isso impressionou-me. Todas as empresas que tinha conhecido até à data estavam cotadas na bolsa e agiam de maneira diferente. Naquele momento, tudo fez sentido para mim. Só mais tarde é que descobri que estavam à procura de um sucessor para o CFO que estava de saída, o Dr. Dieter Truxius.

Interview with: Burkhard Eling

Burkhard Eling assumiu o cargo de CEO da DACHSER a 1 de janeiro de 2021.

Naquela altura, ocorreu-lhe que acabaria por suceder a Bernhard Simon alguns anos depois?

Não, nos meus primeiros dias estava ansioso pelo desafio e pela oportunidade de mergulhar nos processos operacionais. Pouco depois, ocorreram eventos importantes, nomeadamente a aquisição e integração das empresas Azkar e TransUnion, na Península Ibérica. Também desde o início, enquanto Diretor Adjunto de FLT, participei em vários desenvolvimentos empresariais decisivos e desempenhei um papel importante na definição da transição da empresa para a forma jurídica de Societas Europaea (SE). O meu conhecimento e compreensão de todas as nossas áreas de negócio aprofundaram-se muito como resultado da minha responsabilidade no programa de inovação estratégica Idea2net, que, aliás, continuarei a ocupar como CEO. 

Quando ficou claro que se tornaria o novo CEO?

Foi durante uma corrida. Em 2016, durante uma viagem de negócios aos Estados Unidos, o Bernhard Simon e eu fomos dar uma corrida matinal na praia e ele perguntou-me se eu conseguia imaginar-me a sucedê-lo como CEO. Na verdade, não é fácil suceder a um membro da família como CEO numa empresa familiar, especialmente alguém que já conquistou tanto na vida. Esse foi um dos meus primeiros pensamentos na altura, e é uma consideração que ainda hoje trato com o maior respeito. No entanto, a confiança mútua e a excelente colaboração que se construíram ao longo dos anos, não só com o Sr. Simon mas também com a família proprietária, deram-me a garantia de que este era o caminho certo a seguir.

Então, ainda não se arrependeu de ter mudado a sua casa da Westfália para a tranquila região de Allgäu?

De maneira nenhuma! Tanto os residentes da Westfália como os do Allgäu têm a reputação de serem muito teimosos, portanto encaixamos muito bem (risos). Mas, para ser honesto, a minha família e eu já nos tínhamos mudado várias vezes antes de entrar na DACHSER, inclusive para os Estados Unidos. Encontrar uma casa a nível profissional e pessoal de uma só vez foi uma grande conquista para mim. Adoro o Allgäu e, especialmente, as diferentes possibilidades que existem para sair e desfrutar da natureza. Sempre que o tempo permitir, e que seja possível, estarei ao ar livre - de preferência com a minha família. Seja a pedalar, correr ou esquiar. E é sempre uma ótima forma de desligar e recarregar baterias.

Agradecemos ao Sr. Eling pela sua disponibilidade.

Contacto Isabel Monteiro